ESSXXI

Ecossistemas do solo no Século XXI


Carlos António Bastos Morais Guerra | carlosguerra@esa.ipvc.pt


MAIN GOAL

Os solos compreendem um reservatório inerentemente complexo e dinâmico da biodiversidade em todo o mundo. Essa biodiversidade do solo, variando de micróbios a macrofauna, é crítica para muitas dimensões do bem-estar humano, incluindo segurança alimentar, purificação de água, o ciclo de nutrientes, armazenamento de carbono e saúde humana.

Embora os solos tenham sido estudados há décadas, as primeiras análises macroecológicas relativas à biodiversidade e funções ecossistémicas do solo surgiram apenas recentemente. Ao contrário de maior parte da biodiversidade terrestre conhecida, com elevada riqueza específica nos trópicos, estudos macroecológicos recentes em organismos do solo identificaram elevada biodiversidade do solo em locais inesperados, como savanas e desertos (por exemplo, para bactérias) e regiões subárticas (por exemplo, para nematodes). Este novo conhecimento proveniente do esforço de centenas de investigadores, estão a revolucionar o nosso conhecimento sobre os padrões de

biodiversidade do solo e sua influência nos ciclos globais. No entanto, os efeitos das alterações ambientais à escala global na biodiversidade do solo são pouco estudados e complexos, com múltiplas covariáveis e uma interacção de efeitos diretos e indiretos. Isso é particularmente evidente em Portugal, onde não há avaliações em larga escala dos ecossistemas do solo nem dos efeitos das

alterações ambientais na biodiversidade do solo e nas suas funções. Portanto, além de fornecer informações sobre a distribuição da biodiversidade do solo, é também vital entender os efeitos diretos e indiretos dos fatores de alteração global nas comunidades e funções do ecossistema, e compreender se esses efeitos variam entre os ecossistemas, condições do solo e tipologias de gestão da terra. Além disso, ainda não é claro de que forma as áreas de conservação atuais garantem a preservação real da biodiversidade do solo, bem como sua distribuição futura.








GOALS

 

Este projeto responderá a duas questões principais

  1. como é que a biodiversidade e as funções ecossistémicas do solo se distribuem no Norte de Portugal?;
  2. de que forma as alterações climáticas e no uso da terra irão regular a sua futura distribuição considerando cenários contrastantes de clima e uso da terra?. Estas perguntas serão respondidas em cinco tarefas complementares.








TECHNICAL TEAM
Coordenador Institucional
Carlos António Bastos Morais Guerra
Investigador
Joaquim Mamede Alonso
Investigador
Paulo Alexandre da Costa Fernandes
Investigador
Susana Miguel Afonso Mendes Moura
Datasheet
Project code
PTDC/BIA-CBI/2340/2020
intervention region
Nacional
IPVC Financing.
175.539,25 €
Principal beneficiary entity

IPVC | Beneficiária principal | 175.539,25 €

Partner Entity
start date
2021-03-15
final date
2024-03-14
IPVC reimbursement rate.
100.00%
Total Amount
248.644,25 €
financial support

FCT | 0,00 €

ACTIVITIES
  • Tarefa 1 fornecerá uma avaliação preliminar das pressões sócio-ambientais (e.g., clima, erosão do solo, políticas territoriais e setoriais, intensidade do uso da terra) que podem prejudicar os ecossistemas do solo em toda a região.
  • A Tarefa 2 implementará a primeira amostragem em larga escala da biodiversidade e funções do ecossistema do solo em Portugal e apoiará o estabelecimento de uma biblioteca física e digital de solos que incluirá não apenas as propriedades do solo, mas também a sua biodiversidade e as funções do ecossistema que lhe são inerentes.
  • As Tarefas 3 e 4 apoiarão a criação de novo conhecimento sobre a distribuição regional, fatores determinantes e interações entre a biodiversidade do solo e as funções do ecossistema no contexto de gradientes específicos de uso da terra (agricultura e floresta) e clima (de condições continentais a condições costeiras).
  • A Tarefa 5 desenvolverá modelos preditivos que explorarão as implicações atuais e futuras dos fatores de alteração global para a biodiversidade do solo, funções e suas relações com o bem-estar humano. 








RESULTS

Este projeto permitirá expandir os limites do conhecimento atual, implementando uma abordagem equilibrada entre dados observacionais e modelos preditivos que podem melhorar a maneira como a ciência entende os padrões macroecológicos do solo e contribui para a preservação da biodiversidade e das funções do solo. Este projeto irá beneficiar da experiência acumulada dos membros da equipa em termos da caracterização dos ecossistemas regionais, incluindo avaliações da biodiversidade e da função do solo e na interpretação de seus determinantes, e especialmente em ferramentas de

modelação que permitem a inferência e projeção de cenários futuros. A nossa investigação aborda diretamente o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 15 (Vida na Terra), fornecendo as ferramentas e informação para promover a conservação, o uso sustentável e a gestão de ecossistemas terrestres na região e integrar os valores do ecossistema e da biodiversidade no planeamento nacional e local.








>